OS PADRÕES DE BELEZA E SUA RELAÇÃO CRÍTICA COM O LIVRO FRANKENSTEIN.

Resumo: O padrão de beleza é um conjunto de características vendidas pela mídia que influenciam na vida das pessoas. Na sociedade, esse padrão define se a pessoa é bonita ou não, porém, precisamos questionar quem define esse padrão de beleza? O padrão muda ao longo do tempo e de acordo com a cultura. E algumas pessoas buscam se encaixar nesse padrão de forma exagerada, e acabam prejudicando seu corpo e seu psicológico. Alguns acreditam que por não terem um corpo considerado correto, não devem fazer parte da sociedade e, por isso, se isolam. Essa não aceitação do próprio corpo aflige milhares de pessoas hoje em dia, tanto homens quanto mulheres. Devido a isso, o objetivo do trabalho é transmitir a ideia para as pessoas, independente do gênero, através da história do Frankenstein, que a beleza natural é importante, para o seu psicológico estético, ou seja, sobre o pensamento que as pessoas têm sobre si mesmas, seu próprio corpo e sua aparência. A fim de cumprir tal objetivo, primeiramente foi feita uma proposta de intervenção com a turma do nono ano, com um questionário, um vídeo e uma dinâmica de aparência com os alunos, e tivemos o resultado de que algumas pessoas se sentem certamente mal com a sua aparência.
Palavras-chave: Padrões de Beleza
, Frankenstein
, Crítica social
, autoestima

Estudante (s) pesquisador (es)

Enzo Demiciano Giovani
José Pedro Rodrigues Massi
Série: 9º ano

Orientadores(as)

Juliana Cristhina Murari Assunção
VOTE NO PROJETO

Utilize o botão abaixo para votar nesse projeto